sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Mãe, quem entende?

-Mãe, na escola vai ter a noite do pijama.
-Ah!...Quê? Noite do pijama? Como assim, meu filho?
-É, mãe! Todos vamos dormir na escola! Legal, né?
- Legal? Sim...é talvez sim.
- Porque mãe?
- Nada meu filho, bobagem da mamãe, com certeza será uma noite inesquecível...

É impressionante como nós, mães, temos uma forte tendência a querer sempre os filhos perto das nossas asas, é difícil esse tal desligamento de que tanto ouvimos ser tão necessário para o seu desenvolvimento como pessoa. Como pode num piscar de olhos uma inofensiva escola se tornar algo ameaçador, sim ameaçador, pois querem "tirar" dos nossos olhos por uma noite innnteirinha os nossos bebês. Como assim? Por uma noite? E quem irá cobrí-los? Quem irá zelar por seu soninho? E se acordarem assustados no meio da noite? Quem irá acalmá-los? Darão carinho e atenção suficiente?
Juro que tudo isso passou pela minha cabeça quando veio a temerosa notícia de que iriam passar a noite na escola, porém, a grande verdade é que somos nós, mães, que não estamos preparadas para esse tipo de situação, não abrimos mão de ter o total controle sobre a prole, não nos convencemos de que criamos os filhos para o mundo, pois definitivamente não fomos preparadas para tal façanha. Enquanto isso eles não fazem a mínima idéia do turbilhão de pensamentos e sentimentos que passam dentro de nós.
Enfim, só me resta rezar para Deus e pedir que a noite passe logo e que o dia amanheça depressa para que a minha disfarçada agonia possa ser substituída pela imensa alegria de tê-lo bem pertinho de mim, lugar aliás de onde nunca deveria ter saído!

3 comentários:

Ana disse...

Te entendo tão bem...

Olha, isso é para o resto da vida, eu acho!

Meus filhos estão com 24 e 22 anos e todo o dia tem "Dia do Pijama", lá em casa! heheheh!
(E eu vejo eles saírem, rezando que voltem - felizes e inteiros - pra perto de mim!)

Mas ainda bem que é assim! Que eles se tornam autônomos, livres, independentes, fortes! É para isso que nós os preparamos!

Na coluna do meu blog, ao lado da foto deles, tem esta prece:

Para meus filhos:
"Que o caminho seja brando a teus pés, o vento sopre leve em teus ombros. Que o sol brilhe cálido sobre tua face, as chuvas caiam serenas em teus campos. E até que, de novo, eu te veja, que Deus te guarde na palma da sua mão.”


Um grande beijo!

Anônimo disse...

Oi, minha prima, querida!!! Quanto tempo, que saudades... Sabes que apesar de nunca termos tido o costume de nos vermos sempre, sinto uma saudade imensa de ti, de te encontrar nos churrascos de domingo ao meio-dia... Bom, demorei muito p/ conseguir acessar o teu blog e nem conto o quanto p/ deixar essa mensagem; com "essas modernidade" eu não sei lidar muito bem. Enfim, queria te dizer que estás simplesmente linda e o Tavinho eu nem comento, praticamente um homem. Teu blog está maravilhoso, escreves muito bem; amei saber notícias tuas, assim, de coração aberto. Beijo enorme na família!! Jô.

Flavia disse...

Eu não quero que na escolinha do Be tenha noite do pijama!!!Buah buah! Fiquei 4 dias longe dele semana passada e não foi nada fácil ...