terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Ih...complicou!

Comecei este post disposta a trazer pra vocês as novas regras da reforma ortográfica, porém, comecei a ler sobre o assunto e vi que demando de mais tempo para que possa digerir com mais naturalidade todas estas mudanças.

Pra quê complicaram? Percebi que ditongos abertos, como oi e ei, perderam de vez seus respectivos acentos, que o acento diferencial, da palavra pára (verbo parar) e para (preposição) agora foi pelos ares. Que complicação, minha cabeça ainda está lenta e pelo jeito vou escrever pela antiga ortografia por um bom tempo.

Agora eu me pergunto: Como fica a cabecinha de crianças que recém foram alfabetizadas? Pobres das professoras e pais deste Brasil, trabalho dobrado! E os pequenos terão que sair dessa na "marra"! E aqueles que estudam e estudam para concurso, vestibular e até mesmo para uma simples prova de português da sua escola? O jeito é aprender tudo de novo, esquecer as antigas lições e fazer os temas novamente.

E você já acostumou escrever: Eles leem, sem o famoso acento circunflexo? Hum...
Difícil será acostumar-se com estas novas regrinhas e lembrar que nosso antigo método tornou-se obsoleto desde o dia 01 de Janeiro de 2009. É cumpadi, o negócio é estudar...ops: negócio tem acento? Ah...este tem!

2 comentários:

joão áquila disse...

só fazem é complicar esse pessoal da linguagem!

Beth/Lilás disse...

É, mas como tudo na vida, acostumamos.

Eu já estou desde o meiozinho do ano passado, tentando escrever do novo modo. Inclusive, já coloquei várias vezes palavras como leem, teem - sem acento.

Acho que o pior será mesmo para nossos irmãos portugas.

bjs cariocas