quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Quem sou?

Sou uma mistura de santa e culpada,
Ingênua e esperta.
Já fui carente, hoje sou forte.
Carrego minha esquisitice com altas doses de elegância,
Sou destemida e zelosa,
Recatada e depravada,
Minha rebeldia caminha lado a lado com minha sensatez...
Sou sonhadora e naturalmente conformada.
Ativa nas decisões, atuante na vida e feliz, demasiadamente feliz com as escolhas.
Já fui tantas...
Tantas ainda serei,
outras nunca ousarei
A única certeza que tenho é que sempre tentarei...

5 comentários:

Beth/Lilás disse...

Lindoooooooooo!
Sua descrição é de alguém muito conhecedora de si mesma e confiante.
beijinhos cariocas


PS: e o tempo aí, melhorou?
meu filho disse-me que ontem ventava muito e até um ônibus que o colega dele estava, virou na estrada.
Maridex chegou hoje à noite daí do Rio Grande e disse que lá o tempo também estava terrível, muita chuva em P.Alegre.
beijos

Flávia Fayet disse...

Ela voltou, viva viva viva!!! Não some mais assim!!! Lindo o q escreveu... "Vai tentando..."

Bjs dinda

Renata Miranda Ragagnin disse...

Não sei de nada, só sei que hoje tu és uma escritora e tanto. Parabéns! Bju! Gotósa!

Gegé de Miranda disse...

Ameii!! Verso-prosa tudo de bom!
Bjão!

Ana disse...

Isso é autoconhecimento. Aceitação da tua multiplicidade. Das tuas luzes e sombras...

Um belo exercício!
Um pensar que as vezes é difícil, mas que vale muito à pena!